Veja como reduzir significativamente os custos de um restaurante

  • Home
  • Gastronomia
  • Veja como reduzir significativamente os custos de um restaurante
custos de um restaurante

Em tempos de crise financeira, repensar as despesas e enxugar os gastos é uma atitude necessária para qualquer empreendedor. No setor de alimentação, isso não é diferente. No post de hoje apresentamos algumas alternativas que podem ser adotadas para cortar os custos de um restaurante.

O objetivo é otimizar os gastos controlando as despesas para garantir a qualidade do produto e a satisfação da clientela. Dessa forma, é possível reduzir os custos de estabelecimento, sem comprometer a excelência do serviço prestado. Confira! 

Desperdício de alimentos

Oferecer refeições saborosas, elaboradas com ingredientes selecionados e alimentos frescos de ótima procedência é o propósito de todo bom restaurante. É nesse quesito, porém, que está um dos maiores desafios dos gestores desse ramo de negócio: evitar o desperdício de alimentos.  

As perdas acontecem por diferentes fatores: compra excessiva, mau uso na cozinha, falta de controle quanto ao prazo de validade, entre outros. Por menor que seja o desperdício, ele acaba resultando em desequilíbrio do estoque e em grandes prejuízos para o estabelecimento. É preciso ficar atento a isso!

Todos os funcionários devem ser conscientizados dos impactos negativos que as perdas em alimentos e ingredientes geram nos custos de um restaurante. Nesse sentido, é importante esclarecer a equipe, levando-a compreender a necessidade do bom uso da matéria-prima. 

Otimização do estoque  

Aproveitar bem a matéria-prima e demais itens do estoque é um importante passo para conseguir reduzir as despesas. Uma dica importante é diversificar os preparos e as receitas. Repense o menu e elabore um cardápio inteligente!

Uma possibilidade sustentável é fazer o reaproveitamento adequado de alimentos. Com higiene e critério, boa parte das folhas, cascas, talos, raízes e sementes podem ser reutilizadas como temperos, no preparo de chás, para decorar os pratos etc. Use a criatividade!

É possível economizar avaliando o consumo de determinados alimentos ao longo da semana. Assim, o descongelamento de alguns produtos, por exemplo, será feito de forma mais criteriosa, evitando o desperdício. 

Produtos sazonais 

A compra de hortifrutigranjeiros pode ser pautada pelo consumo semanal. Para conter os gastos, uma boa dica é priorizar os produtos sazonais. Frutas e legumes da estação têm preços mais baixos, além de serem mais saborosos durante a safra natural.

Fique atento às quantidades para não adquirir além do necessário. Alimentos dessa natureza precisam de rigor nesse tipo de controle, pois estragam ou perecem com facilidade. Além disso, quanto mais frescos, mais saborosos. 

Parcerias com outros estabelecimentos

Vale a pena renegociar com os fornecedores e até mesmo buscar por novos parceiros que forneçam a mercadoria com preços mais amigáveis. Consulte os próprios produtores. Faça cotações no mercado e veja se o que você está pagando segue a tendência.

Uma quantia expressiva pode ser economizada nas compras coletivas, feitas em conjunto por empreendedores do mesmo setor. O preço dos produtos fica mais atraente quando se compra grandes quantidades. Também é possível negociar a forma e o prazo do pagamento.

Controle das despesas fixas

Água, luz, manutenção nas instalações. Esses itens, além da compra de alimentos, entram na planilha de gastos como despesas fixas. Em geral, não podem ser cortadas do orçamento dos custos de um restaurante. Mas há mecanismos para otimizar e economizar bastante. Vamos a eles!

Melhorar a gestão da água e da energia elétrica faz uma grande diferença nas contas do final do mês. Atitudes simples dão resultado: fechar a torneira enquanto ensaboa a louça, tirar da tomada aparelhos que não estão sendo utilizados, trocar as luminárias comuns pelas lâmpadas do tipo LED etc.

Faça inspeção periódica na rede elétrica e na canalização de água e gás. Assim, é possível verificar vazamentos ou sobrecargas na rede. Um problema comum em diversos estabelecimentos se refere à fuga de corrente elétrica. Isso ocorre devido a problemas nas instalações ou na fiação do imóvel.

Equipamentos eficientes

Maquinário moderno é um investimento necessário e que resulta em grande economia em médio e a longo prazo. Hoje, os equipamentos são produzidos com tecnologia de ponta, que agrega alta performance, desempenho e menor consumo de energia e gás.

A qualidade dos fornos, refrigeradores e utensílios tem impacto no desempenho da cozinha de modo geral. Interferem no tempo de preparo, na conservação dos produtos, no resultado final do prato. Equipamentos compactos contribuem para deixar o espaço da cozinha com um layout melhor, favorecendo a circulação dos funcionários no ambiente.

Escolha bem o fabricante. Leve em consideração os requisitos de segurança que a marca adota. Opte por uma empresa que tem alto padrão de qualidade, que ofereça assistência e manutenção. Esse quesito salva o empreendedor de gastos extras.

Gestão dos custos de um restaurante

Colocar tudo na ponta do lápis ajuda bastante na gestão financeira de um restaurante. Tudo precisa ser pesado e medido, ou seja: contabilizado! A saúde financeira do estabelecimento depende de boas práticas de gestão e controle diário e minucioso do fluxo de caixa.

Um bom escritório de contabilidade oferece uma consultoria para uma gestão mais eficiente. Conte com o auxílio do contador para se ajustar às obrigações tributárias, ao controle de notas fiscais e aos pagamentos dos funcionários e de fornecedores. Manter as contas em dia evita gastos com juros, multas, entre outras taxas que não estavam previstas no orçamento.

Controle das finanças com softwares de gestão

Os recursos tecnológicos vêm somar esforços no controle e na contenção das despesas. No mercado, há oferta de diversos softwares e aplicativos que são devidamente instalados de acordo com as especificidades do seu negócio.

Esses programas auxiliam o proprietário a controlar o fluxo do caixa, o faturamento diário e as despesas fixas e esporádicas. Por meio de um bom software é possível anotar a validade dos produtos do estoque, por exemplo, elencar quais devem ser usados primeiro, as quantidades disponíveis etc.

Há programas inclusive para uso dos garçons na anotação dos pedidos dos clientes. Isso garante mais agilidade no atendimento e evita erros no pedido.

Com organização e boas práticas de gestão, é possível reduzir efetivamente os custos de um restaurante. Assim, o seu negócio vai se tornar mais competitivo e rentável.

Gostou dessas dicas e quer conhecer outras mais? Assine a nossa newsletter e receba as novidades diretamente em sua caixa de e-mail.

 

Facebook Comments

Deixe um comentário