8 dicas incríveis para vender pães artesanais

O mercado de alimentação vive momentos de prosperidade. Uma prova disso são os dados do setor de panificação e confeitaria: 98% da população brasileira consome produtos panificados.

De acordo com levantamento da Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (ABIP), uma das principais tendências para os próximos anos no mercado desse segmento é a produção de pães especiais, direcionada a um público diferenciado e exigente.

Já que é assim, confira neste post 8 importantes dicas para iniciar a produção de pães artesanais, conquistar os consumidores e gerar bons lucros.

Boa leitura!

1. Produção criteriosa

Um dos diferenciais de um produto artesanal é a seleção acertada dos ingredientes. Por isso, avalie bem os fornecedores da matéria-prima a ser utilizada. Assim, você tem tudo para fabricar um pão de qualidade e delicioso. 

O capricho e a higiene também são fundamentais para destacar seu produto da concorrência. Então, fique atento para garantir a qualidade em todas as etapas do processo de produção.

2. Fermentação natural

Sabor incomparável, casca crocante e aspecto rústico são características marcantes de um pão artesanal feito com fermentação natural. Os benefícios dessa técnica, contudo, vão além da aparência e do sabor.

A fermentação natural faz com que o pão fique com o índice glicêmico menor. Além disso, o pão fabricado a partir dessa técnica é digerido mais facilmente, em função do teor de bactérias benéficas ao funcionamento do intestino.

A fabricação por meio da fermentação natural tem características que não podem ser ignoradas. O tempo para fermentar a massa, por exemplo, é bem demorado, o que deve ser levado em conta na produção do pão artesanal.

3. Restrição alimentar

Hoje, há consumidores de diversos tipos e necessidades, e cada vez mais é preciso atendê-los para se destacar no mercado.

Os que buscam uma alimentação mais saudável costumam optar por pães artesanais elaborados com ingredientes funcionais: farinhas integrais, chia, aveia, linhaça, castanhas etc. O pão integral enriquecido com fibras, por sua vez, atende ao público adepto das dietas para emagrecimento.

Os veganos, por sua vez, não consomem produtos com ingredientes de origem animal. Nesse caso, é preciso excluir da receita ovos, mel, manteiga, leite e outros produtos. Uma alternativa é investir no óleo de coco, nos leites vegetais (como de aveia, de coco e de castanhas) e na chia, que substitui o ovo em algumas preparações. 

Também é uma boa estratégia produzir versões com baixo teor de gorduras e de sódio, para os que fazem controle da pressão arterial, e com baixo teor de açúcares, para os diabéticos.

Os pães sem lactose e sem glúten também têm cada vez mais saída comercial, já que muitos apresentam intolerância a esses componentes ou simplesmente optam por não consumi-los. 

4. Inovação de sabores

Quando se trata de pães artesanais, o céu é o limite! Sempre será uma boa alternativa investir em receitas apetitosas, que agucem o paladar do cliente já ao pronunciar o nome dos ingredientes.

Que tal desenvolver, por exemplo, um croissant com diferentes opções de recheio, como chocolate belga, geleia de damasco, queijo e cogumelos? Com certeza, essa variedade vai encantar o público.

Versões regionais também caem no gosto dos clientes. Quer um exemplo? Pão artesanal com carne seca desfiada: a cara do nordeste!

5. Embalagens e quantidades

O mesmo critério na escolha dos ingredientes deve ser levado em consideração na escolha da embalagem. O uso de materiais sustentáveis evidencia o compromisso com o meio ambiente e a responsabilidade social do estabelecimento.

Outro diferencial é oferecer aos clientes opções variadas de quantidades: tamanho família, versões medianas e até mesmo a individual. Esta última agrada quem vai pretende levar o produto para o horário do lanche ou para incluir na merendeira das crianças.

Uma observação importante: não se esqueça de incluir na embalagem data de fabricação e validade, sugestão de armazenamento, entre outras informações.

6. Divulgação do produto

Tão fundamental quanto produzir um pão artesanal delicioso, é fazer com que as pessoas saibam que ele existe.

Um sorriso no rosto ou um cumprimento amistoso é um bom começo para iniciar o bate-papo e apresentar o seu produto. Explique ao cliente os diferenciais da massa, como os ingredientes foram selecionados, os cuidados necessários na confecção do pão artesanal etc. Esse tipo de atendimento é essencial para garantir o sucesso na venda.

Além disso, hoje em dia é fundamental que toda marca tenha visibilidade na internet. Não deixe de criar páginas nas redes sociais e de desenvolver um bom site e blog, que permitam a constante divulgação das novidades e dos benefícios dos produtos. 

7. Decoração e degustação

Uma boa decoração certamente pode ajudar a promover os pães artesanais. Uma sugestão é deixar no estabelecimento uma mesa reservada para esses produtos especiais.

Invista em toalhas e cestas diferenciadas e aposte na decoração em estilo colonial, que combina com a rusticidade dos pães artesanais e ajuda a aguçar os sentidos.

Com cordialidade, convença seu cliente a experimentar os pães artesanais. Um estudo do Sebrae mostrou que a degustação é uma das formas mais eficazes de fazer o cliente conhecer o produto e retornar ao estabelecimento.

Vale a pena incluir geleias e patês na degustação, para que o cliente aprecie o produto em diferentes perspectivas de sabor.

8. Investimento necessário

A produção de pães artesanais requer a aquisição de equipamentos específicos. Invista em bons fornos e em equipamentos de refrigeração e utensílios.

Para produzir produtos de qualidade, também é necessário contratar mão de obra especializada, um dos maiores desafios do ramo, já que o mercado de pães artesanais ainda não dispõe de muitos profissionais com formação adequada.

Na produção dos pães artesanais, informação e planejamento são ingredientes que não podem faltar. Por isso, pesquise, planeje e se organize! Seguindo essas dicas, com certeza os lucros vão aparecer e o sucesso do empreendimento vai corresponder às suas expectativas.

Agora que você já sabe mais sobre a produção de pães artesanais, pode colocar em prática as suas ideias e se destacar no mercado. Já tem alguma ideia de receita para colocar em circulação? Contem pra gente nos comentários!

Deixe um comentário